Breves
Inicio | Igreja | Bispo do Algarve terminou visita pastoral à Luz de Tavira, Sto. Estêvão e Sta. Luzia (com fotos)

Bispo do Algarve terminou visita pastoral à Luz de Tavira, Sto. Estêvão e Sta. Luzia (com fotos)

D. Manuel Quintas pediu-lhes que prossigam na “vivência e testemunho da fé” e que cresçam no “sentido de pertença e corresponsabilidade” para com a paróquia e a diocese. Nas eucaristias de encerramento da visita que o ajudou a “conhecer melhor a realidade” daquelas comunidades, o prelado lembrou que as paróquias e a diocese são feitas por todos e precisam de todos.

“Somos como paróquia e como diocese aquilo que cada um de nós der de si mesmo para tornar esta paróquia e esta diocese uma Igreja viva e fiel a Cristo e ao evangelho”, sustentou, acrescentando que “quanto mais cada um se sentir corresponsável e se disponibilizar para colaborar, dentro das suas possibilidades e capacidades, mais rica é a comunidade cristã”. “Se forem poucos, têm de se repartir por muitos serviços e não têm tempo. Sempre que o vosso pároco vos faça algum pedido para colaborardes, gostaria que vos chegásseis à frente”, pediu.

O bispo do Algarve lembrou que a consequência desta atitude será uma “comunidade cada vez mais viva, com uma fé cada vez mais forte”.

D. Manuel Quintas, que lembrou que as visitas pastorais são sempre para si próprio um “tempo de graça e de dom”, agradeceu “por todo o acolhimento” que encontrou.

Esta visita pastoral, iniciada no dia 9 de dezembro, foi a terceira realizada neste ano pastoral 2012-2013, iniciado em outubro. A iniciativa incluiu encontros com os catequizandos, seus pais e catequistas, com os membros de movimentos e agentes dos diversos serviços paroquiais (membros do coro, acólitos, leitores, ministros extraordinário da comunhão, equipas de limpeza da igreja).

Ao longo da semana, o prelado visitou ainda doentes, o lar de idosos, centros de dia, infantários, Juntas de Freguesia, escolas e a Associação Âncora.

Ao longo do presente ano pastoral o bispo do visitará ainda as paróquias de Monte Gordo, Vila Real de Santo António, Castro Marim, Azinhal e Odeleite, de 27 de janeiro a 10 de fevereiro; de Alcoutim, Pereiro e Guiões, de 3 a 10 de março; e Martim Longo, Vaqueiros e Cachopo, de 28 de abril a 5 de maio.

Samuel Mendonça

Verifique também

Consagrados a trabalhar no Algarve viveram dia de recoleção na preparação para o Natal

O Secretariado Regional do Algarve da CIRP – Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal promoveu …