Bispo do Algarve visitou a paróquia de Ferragudo

Samuel Mendonça
14 de Novembro de 2013

DA
Igreja

14 de Novembro de 2013

visita_pastoral_ferragudo-6

© Samuel Mendonça

O bispo do Algarve terminou no passado sábado a visita pastoral à paróquia de Ferragudo, a segunda realizada no decurso deste ano de 2013/2014.

Na eucaristia de encerramento da iniciativa iniciada no dia 3 deste mês, D. Manuel Quintas regozijou-se por notar naquela comunidade paroquial “um novo despertar da fé e da decisão de recomeçar um caminho de prática cristã e de prática religiosa”.

O prelado, que presidiu à celebração na igreja matriz, admitiu que esta realidade possa estar relacionada com o facto de a paróquia ter novo pároco, o padre Miguel Ângelo Pereira, desde o passado dia 29 de setembro. Segundo D. Manuel Quintas esse facto chegou mesmo a motivar que se equacionasse o adiamento da visita agora realizada. “O padre Miguel ainda está aqui há pouco tempo e hesitámos um pouco se valia a pena fazer a visita pastoral tão cedo. Concluímos que era melhor também para ele porque esta semana seria uma oportunidade”, explicou.

O bispo do Algarve, que agradeceu a “todos os que fazem parte de serviços e movimentos pelo seu serviço e disponibilidade em servir mais e melhor a comunidade” e manifestou também gratidão pela como foi acolhido, apelou à corresponsabilidade na Igreja e dirigiu um apelo à integração de pessoas em situação matrimonial não regular.

Ao longo da semana, o bispo do Algarve visitou o agrupamento local dos escuteiros cujo contingente é de 139 membros. D. Manuel Quintas visitou também a creche, o centro de dia, a escola e a Junta de Freguesia e encontrou-se também com os diversos sectores da pastoral e com os movimentos paroquiais.

D. Manuel Quintas visitou igualmente alguns doentes e reuniu-se com o Conselho Económico paroquial e com as 240 crianças, adolescentes e jovens da catequese, com catequistas e pais.

Ao longo do presente ano pastoral, D. Manuel Quintas visitará ainda as paróquias da cidade de Portimão, de 1 a 15 de dezembro, a paróquia de Alvor, de 5 a 12 de janeiro, a paróquia de Lagoa, de 19 a 26 de janeiro, a paróquia da Mexilhoeira Grande, de 9 a 16 de fevereiro, e a paróquia de Monchique, de 30 de março a 6 de abril.

O Código de Direito Canónico estabelece que os bispos têm a obrigação de visitar toda a diocese ao menos a cada cinco anos, podendo, em caso de necessidade, delegar essa tarefa no prelado coadjutor ou auxiliar, ou ainda num padre.

share Partilhar