Inicio | Sociedade | Bombeiros de Vila Real de Santo António integram Castro Marim na sua denominação

Bombeiros de Vila Real de Santo António integram Castro Marim na sua denominação

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António (AHBVVRSA) vai passar a incluir na sua denominação o nome do concelho vizinho de Castro Marim, anunciou hoje a Câmara vila-realense.

A inclusão de Castro Marim no nome da corporação formaliza uma relação que na realidade já existia e que tem permitido aos Bombeiros de Vila Real de Santo António garantir o socorro também no concelho vizinho.

Castro Marim era dos poucos concelhos portugueses que não tinham corporação de bombeiros própria e onde o socorro era garantido pelos bombeiros de Vila Real de Santo António, através de protocolos estabelecidos entre a corporação e os municípios.

“Tendo em consideração a proximidade das duas sedes de concelho, não faz sentido implementar uma nova corporação a apenas três quilómetros da já existente. Com esta medida, continuam a otimizar-se os custos e os meios de socorro às populações e oficializa-se uma ligação já com muitos anos”, considerou Conceição Cabrita, presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, citada no comunicado do município.

Conceição Cabrita afirmou também que a medida repõe “justiça”, salientando a realidade de em Vila Real de Santo António haver maior número de habitantes e, em Castro Marim, mais área territorial.

“Desta forma, passa a existir um equilíbrio entre deveres e responsabilidades de ambos os concelhos, até porque Castro Marim também tem contribuído financeiramente para a corporação”, referiu ainda a autarca social-democrata, que preside a uma das 16 câmaras do distrito de Faro.

A autarquia sublinhou ainda no comunicado que a alteração do nome da corporação para Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António e Castro Marim não vai “provocar mudanças operacionais” ou “alterar procedimentos de socorro às populações” dos municípios.

A Câmara algarvia notou, no entanto, que vai ser necessário proceder à “alteração do regulamento interno da associação”.

Verifique também

Transações aduaneiras ilícitas entre Portugal e o Reino Unido fiscalizadas no Algarve

As autoridades portuguesas em parceria com uma entidade britânica uniram-se, em vários pontos do Algarve, …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.