Pub

Segundo o comandante da capitania do porto de Olhão, Ricardo Arrabaça, o estado em que se encontrava o cadáver indiciava que já estaria na água há algum tempo, não tendo por isso sido possível fazer a sua identificação.

As autoridades não têm registo de nenhum desaparecimento naquela zona nas últimas semanas que pudesse estar relacionado com a descoberta, acrescentou.

O corpo foi avistado pela tripulação de uma embarcação que se encontrava em trânsito e alertou a Polícia Marítima.

O cadáver foi transportado para o Gabinete Médico-Legal de Faro para ser autopsiado.

Lusa

Pub