Pub

Em entrevista à Lusa, a administradora executiva do Teatro Municipal de Faro (TMF) explicou que a programação cultural para o próximo ano ainda está a ser ultimada, mas a subida ao palco de Camané e o Concerto dos Reis para o primeiro quadrimestre estão confirmados.

Anabela Afonso acrescentou que a instituição que dirige está a trabalhar para conseguir que o Teatro Meridional se desloque à capital algarvia, realçando o facto de a companhia ter vencido recentemente um importante prémio europeu – “Novas Experiências Teatrais” -, atribuído pela União dos Teatros da Europa.

“Vamos tentar viabilizar para a programação do próximo ano a peça “1974”, [que] reflete sobre os três períodos mais marcantes em Portugal, que foi o Estado Novo, a Revolução de 25 de Abril e a entrada de Portugal na Comunidade Europeia”, acrescentou Anabela Afonso.

No campo da música, a administradora executiva do TMF revelou que está também a negociar a apresentação em Faro do espetáculo “Foge, Foge Bandido”, um projeto do Manuel Cruz, músico fundador dos Ornatos Violeta.

O espetáculo “Soliloquy about Wonderland”, que cruza dança contemporânea, multimédia e utiliza mais de dois mil litros de água, da companhia de dança VORTICE Dance, é outro evento que o TMF pretende incluir no seu cartaz para o próximo ano.

Outra das ideias para encetar em 2011 é desafiar pessoas da comunidade de Faro, nomeadamente agentes culturais de outras áreas, para pensarem o que pode ser um objeto artístico diferente daquele que é habitual.

“Queremos, por exemplo, convidar Anabela Moutinho, diretora do Cineclube de Faro, um dos mais antigos do país, a pensar uma programação para o Teatro de Faro”, afirmou Anabela Afonso.

Lusa

Pub