Pub

Com esta medida, que prevê "a inclusão do escalão 3 da Segurança Social no escalão B dos apoios sociais a prestar pela autarquia no decurso do corrente ano letivo", estes 450 alunos vão ter direito a "um montante de 35 euros", explicou a câmara algarvia.

"Esta decisão deve-se ao facto de se ter constatado um acréscimo de famílias carenciadas no concelho, pondo em causa a capacidade financeira de dar resposta pronta e adequada às necessidades educativas dos seus educandos. Num quadro de crise económico-social, exigia-se o alargamento dos agregados englobados nestes apoios”, justificou o executivo PSD-CDS/PP-MPT/PPM, presidido por Macário Correia, num comunicado.

A autarquia assegurou ainda que vai acompanhar "eventuais alterações de rendimento das famílias", provocados por "aumento do desemprego ou outras vicissitudes que prejudiquem as condições mínimas de acesso ao ensino" e "não hesitará em tomar medidas que ofereçam mais respostas sociais para atenuar a dimensão das dificuldades".

Lusa

Pub