Pub

Durante esta apresentação, o presidente da Câmara de Faro reforçou a ideia de que é preciso “condicionar o estacionamento na ilha”, tal como já estava previsto no Plano de Pormenor da Praia de Faro, elaborado pela Sociedade Pólis Ria Formosa.

Este plano, cujo um dos objetivos é a manutenção e reposição das condições naturais do ecossistema, previa já o condicionamento ao acesso e estacionamento na ilha, privilegiando o acesso a pé ou via transportes públicos e bicicleta, bem como a criação de um novo parque de estacionamento exterior à ilha.

Segundo Macário Correia “há estudos desde há muitos anos” no sentido da colocação de parquímetros na ilha, que a tornarem-se realidade privilegiariam moradores e comerciantes da zona, para quem esses estacionamentos seriam gratuitos.

“O estacionamento da ilha, que é escasso, deve dar prioridade a residentes e comerciantes”, que veriam a possibilidade de estacionamento nos meses de verão facilitada com estes parquímetros, uma vez que estes iriam “permitir uma maior rotação de veículos”.

Apesar de admitir esta possibilidade futura, o presidente da Câmara Municipal de Faro assegura que esta não será uma medida a tomar para já, e que a ser tomada será apenas no estacionamento da ilha, ficando o estacionamento exterior com 925 lugares, agora proposto, livre de parquímetros.

Liliana Lourencinho

Pub