Pub

A autarquia esclareceu à Lusa que a medida visa amenizar o aumento do IVA (imposto sobre o valor acrescentado) de 6% para 23% e que os 40 aparelhos são um reforço aos 125 já instalados e que, no último ano, permitiram poupar cerca de 27 mil euros, ou seja, uma redução na ordem dos 4% da faturação anterior.

O aumento do IVA “elevou a fatura que temos que pagar ao Estado em 100 mil euros por ano, daí a necessidade de implementar medidas que nos permitam poupar”, justifica o executivo municipal.

Os relógios astronómicos em causa são instalados gratuitamente pela EDP nos postos de transformação e asseguram uma programação eletro-digital que utiliza um controlo automático de ligações e cortes de energia em função do pôr e do nascer do sol.

Lusa
Pub