Pub

Os acordos agora estabelecidos, que contemplaram mais oito instituições de solidariedade social, visam apoiar aquelas entidades “que têm vindo a desenvolver ações de proteção dos cidadãos em situações de falta ou diminuição de meios de subsistência ou de incapacidade para o trabalho, assim como no apoio à integração social e comunitária dos cidadãos tendo em atenção a sua dependência e fracos recursos financeiros, proporcionando apoio às famílias, às crianças – nomeadamente através da disponibilização de creches – e aos jovens, apoiando os idosos, tudo sob a égide do princípio da solidariedade social”, explica a autarquia.

Paralelamente aos protocolos assinados, no valor global de 291 mil euros, a Câmara de Lagoa também concede ajuda financeira extraordinária no âmbito do FES – Fundo de Emergência Social, visando suprir as necessidades básicas dos seus munícipes ao nível alimentar, de saúde e consumo doméstico de eletricidade e gás.

Este sistema de cooperação solidária advém do facto de à Câmara Municipal também “competir apoiar as instituições envolvidas em programas e projetos de ação social de âmbito municipal, designadamente nos domínios do combate à pobreza e exclusão social”, salienta a autarquia.

“Na preparação dos protocolos foram consideradas, entre outras, a diversidade de respostas, a capacidade dos equipamentos sociais utilizados, assim como as mais valias do acompanhamento técnico obtido na sequência de parcerias e acordos de colaboração que as instituições têm vindo a fazer, com diversas entidades públicas e privadas, no sentido de permitir a cobertura equitativa de serviços, através da utilização de equipamentos e respetiva rentabilização de todos os recursos, incluindo os humanos, na dinâmica da intervenção social e comunitária, assim como na comparticipação municipal na aquisição de viaturas e obras de construção, conservação e/ou beneficiação de instalações”, acrescenta a edilidade.

O Centro Paroquial de Estômbar conta com uma creche com capacidade para 122 crianças, um jardim-de-infância com capacidade para 75 crianças e um ATL com capacidade para 25 utentes.

Para além da Misericórdia e do Centro Paroquial de Estômbar foram ainda beneficiadas a Associação Desportiva e Recreativa – Centro Cultural e Social da Quinta de S. Pedro (33.000 euros), o Centro de Apoio a Idosos de Ferragudo (29.000 euros), o Centro de Apoio Social de Carvoeiro (24.000 euros), o Centro de Apoio Social de Porches (24.000 euros), o Centro Popular de Lagoa (77.000 euros), a Associação Cultural e Desportiva Che-Lagoense (36.000 euros), o GASP – Gabinete de Apoio Social de Proximidade do Parchal (12.000 euros), e o GASP – Gabinete de Apoio Social de Proximidade de Ferragudo (8.000 euros).

Pub