Pub

Câmara Municipal de LagosO município de Lagos aprovou a proposta de Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2015, no valor de 46 milhões de euros, menos oito milhões face ao orçamento deste ano.

De acordo com a presidente da Câmara de Lagos, Joaquina Matos, o rigor orçamental implicou a uma redução de mais de oito milhões de euros (cerca de 15%), comparativamente com o deste ano, definindo como prioridades “a sustentabilidade, a qualidade e a solidariedade”.

De acordo com Joaquina Matos, “o primeiro desafio” será o de assegurar a sustentabilidade dos equipamentos e do património histórico edificado, procurando a regeneração económica do concelho através do investimento, quer municipal, quer em parcerias.

“Estamos cientes que um novo impulso cultural, além de valer por si só, é um fator relevante para o turismo, alavanca determinante para o desenvolvimento económico de Lagos”, sustentou.

O executivo autárquico aponta como os outros dois desafios a manutenção do rigor orçamental, “em contexto de contenção financeira, e o reforço dos apoios aos estratos sociais mais vulneráveis, que continua a ser uma prioridade inabalável”.

A proposta de Orçamento e Grandes Opções do Plano para o ano de 2015, serão agora submetidos à apreciação e aprovação da Assembleia Municipal de Lagos.

Pub