Pub

A intervenção, com um prazo de execução previsto de 180 dias e um custo estimado de 385 mil euros, vai permitir melhorar a rede viária, fazendo também arranjos exteriores e drenagem de águas pluviais na área envolvente à estação, situada nas Quatro Estradas, segundo a autarquia.

“A intervenção será realizada ao nível da rede viária, arranjos exteriores e drenagem de águas pluviais, e consiste na requalificação de toda esta área, através da reabilitação dos pavimentos rodoviários e pedonais, do ordenamento do estacionamento e da drenagem superficial das águas pluviais”, acrescentou a câmara algarvia num comunicado.

A Câmara de Loulé precisou que a estação “apresenta atualmente em toda a sua área envolvente claros sinais de degradação”, visíveis no piso, no desordenamento do estacionamento ou na indefinição de bermas e passeios, pelo que a empreitada se “reveste de grande importância em termos da melhoria da imagem de uma das portas de entrada no concelho”.

Estas questões estão a criar, segundo a autarquia, “um conflito entre a circulação viária e o uso pedonal do espaço”, problema que a intervenção hoje anunciada pretende resolver.

Serão criados com esta obra, precisou a câmara, um novo acesso rodoviário, que permitirá a inversão de marcha em condições de segurança, estacionamentos rápidos, o acesso aos estabelecimentos de restauração e bebidas, assim como lugares de estacionamento para entrada e saída de passageiros, pessoas com mobilidade condicionada e motociclos e bicicletas.

“Tendo em vista a eficácia da drenagem de águas pluviais será criada uma linha de drenagem, Em termos de mobiliário urbano, destaca-se, ao longo do arruamento e num dos passeios, a instalação de bancos. A obra integra ainda a criação de nova sinalização”, adiantou ainda a autarquia.

Lusa

Pub