Pub

"São várias medidas de apoio para fixar e aumentar a população, porque o desafio que se impõe é repovoar este território em, pelo menos, mais 10% de população na próxima década", disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Monchique, Rui André (PSD).

De acordo com os dados do Censos de 2011, a Vila de Monchique, com 396,15 quilómetros quadrados (Km2), registou entre 2001 e 2011, um decréscimo de 13,4% de população residente e de 5,5% de famílias.

Monchique tem atualmente 5.886 habitantes (de acordo com o censo de 2011), o que corresponde a uma densidade média de 15,1 habitantes/Km2.

"Pretendemos inverter a tendência de desertificação, de forma a garantir a sustentabilidade económica do município", sublinhou Rui André, acrescentando que se não houver pessoas não servem de nada planos e projetos".

"Temos todos de fazer o esforço para manter os que vivem aqui e captar outros", destacou o autarca, realçando que o município está a implementar a Agenda21, "estratégias que de nada servem se o território não for habitado".

Rui André indicou que "dez anos foi o prazo estimado para aumentar em cerca de 10% a população", e crê que, com as medidas de apoio, "o objetivo possa ser alcançado antes daquele período".

De acordo com o autarca, os incentivos contemplam desde os nascimentos aos idosos, a oferta de plantas em vários formatos para auxilio à construção e reabilitação de habitações, redução de taxas municipais de IMI e IMT e oferta de serviços na educação.

"Fixámos preços de 80 euros em creches e jardins-de-infância, oferecemos transporte escolar, manuais para os alunos do primeiro ciclo, atividades extracurriculares e prolongamento escolar", destacou o autarca.

Rui André considerou que Monchique é já um território "apetecível para viver e investir, porque as oportunidades estão identificadas, com setores económicos bem definidos e aliados à sua riqueza natural".

"Vamos continuar a trabalhar no sentido de criar emprego, gerar riqueza para garantir a sustentabilidade do município, porque queremos um território com pessoas e mais desenvolvido", concluiu o autarca.

Lusa

Pub