Inicio | Ambiente | Câmara de Olhão anuncia construção do segundo troço de ecovia

Câmara de Olhão anuncia construção do segundo troço de ecovia

O presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, anunciou no passado domingo o arranque da construção do segundo troço da ciclovia do concelho de Olhão que integra a Ecovia do Litoral e que definiu como segura e interessante.

O anúncio à população foi feito no primeiro troço da ciclovia olhanense, que liga a Fuseta a Bias, onde decorreu uma atividade de sensibilização para a importância da adoção de hábitos de vida saudáveis.

O primeiro troço tem cerca de quatro quilómetros e o segundo troço vai ter cerca de três quilómetros de ciclovia.

“Esperamos daqui a seis meses, até ao final do ano, anunciar a ligação de Olhão a Faro, também a sul da Estrada Nacional 125 e a sul da linha do caminho-de-ferro, por dentro dos sapais e das salinas da Ria Formosa”, explicou à Lusa António Miguel Pina.

O segundo troço vai implicar um investimento na ordem dos 350 mil euros, valor que o autarca espera que possa ter apoios comunitários. O terceiro troço deverá implicar investimento semelhante.

“Olhão vai ser um concelho que se pode atravessar totalmente, desde Tavira até Faro, numa ciclovia confortável”, explicou António Miguel Pina.

O projeto da ciclovia, em construção, é uma segunda versão e o presidente da Câmara Municipal de Olhão disse que esta última versão é mais segura e mais estimulante para os ciclistas e para os peões porque atravessa uma zona ambientalmente privilegiada.

António Miguel Pina recordou que a primeira versão partilhava troços que também tinham circulação automóvel e mais afastados da área da Ria Formosa.

“Há aqui outra disponibilidade por parte de outros organismos do Estado, nomeadamente o Parque Natural da Ria Formosa e do Ministério do Ambiente, para permitir fazer esta infraestrutura dentro de espaços de reserva ecológica”, observou.

Para conseguir o novo troço, foram projetados vários passadiços em madeira para as zonas de sapal e linhas de água principais, como é o caso de Vale da Quinta de Marim e a Ribeira de Marim.

Para o distrito de Faro foram projetadas quatro ecovias, que previligiam a utilização de bicicletas e passeios pedonais, nomeadamente: a Ecovia do Litoral, a Ecovia do Guadiana, a Ecovia da Costa Vicentina e a Ecovia do Interior.

A Ecovia do Litoral tem 12 segmentos distribuídos por 12 concelhos do distrito.

Uma via que percorre todo o litoral algarvio, numa extensão de aproximadamente 214 quilómetros, desde o Cabo de S. Vicente até Vila Real de Santo António.

A Comunidade Intermunicipal do Algarve é a entidade gestora do projeto, mas a execução das empreitadas, a dinamização dos troços e a sua manutenção está a cargo dos municípios envolvidos, como é o caso da Câmara de Olhão.

De acordo com a informação fornecida pela autarquia de Olhão, o projeto está a ser desenvolvido em articulação com a Diputación Provincial de Huelva para garantir a sua ligação e continuidade com Espanha.

Verifique também

Ambientalistas pedem reprovação do relatório ambiental para travar empreendimento junto à Lagoa dos Salgados

Seis associações ambientais pediram a reprovação do relatório de conformidade ambiental (RECAPE) da primeira fase …