Pub

O presidente da Câmara de Portimão falava no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, no passado dia 5 deste mês, na sessão solene da reabertura ao culto daquele templo.

O autarca explicou que, “após a obra [de recuperação da matriz de Portimão, ndr], a Câmara Municipal terá de avançar para o arranjo do espaço público envolvente”. “Aquele adro vai sofrer uma operação de requalificação urbanística e vai ficar ainda mais bonito o acesso à igreja”, explicou o presidente, lembrando que o património da cidade de Portimão “não é assim tão rico, mas é seguramente de grande qualidade e, particularmente, de inscrição religiosa”.

Aludindo à recuperação da igreja do Colégio que permitiu agora a recuperação da matriz, considerou “espantoso” o movimento de solidariedade em torno da sensibilidade de recuperar esta igreja.

Manuel da Luz considerou “importante que se recupere e facilite o acesso à igreja do ponto de vista urbano e urbanístico” e que se tenha o “máximo de cuidado e amor por este tipo de património”, recordando que “foi a partir das Igrejas que as cidades se estruturaram”.

Samuel Mendonça

Pub