Pub

A distinção, aprovada em reunião de câmara por unanimidade, foi entregue pelo presidente da autarquia, Rogério Pinto, durante as festas em honra de São Pedro que tiveram lugar nos dias 29 e 30 de junho.

A ação do sacerdote, referiu o louvor público, “redundou numa maior consciencialização da comunidade de Messines, reforçando-lhe a unidade e despertando consciências para a defesa do bem comum e da dignidade do ser humano”.

D. Carlos Azevedo, delegado do Conselho Pontifício da Cultura e amigo pessoal do pároco de Messines, quis associar-se a este gesto público de homenagem ao sacerdote, enviando uma carta por esta ocasião, onde manifestou a sua admiração pelo homenageado: “a dedicação plena aos seus queridos paroquianos requer agora uma forma de serviço através do sofrimento na falta de saúde. Quando não se centra vida em si, mas nos outros, as formas de acesso e de operatividade do serviço são secundárias. Exige-se apenas acolhimento e misericórdia, no sentido de coração próximo da miséria, vizinhança orante”.

Pub