Pub

A câmara explicou que o pedido ao executivo para proceder à contratação dos 53 docentes se deve ao facto de a autarquia “se encontrar numa fase de reequilíbrio financeiro, não lhe sendo permitido fazer qualquer contratação pessoal sem uma autorização expressa do Governo”.

“A Câmara Municipal em devido tempo solicitou autorização ao Governo para contratar 53 docentes necessários para lecionar as AEC – música, inglês, atividade física e desportiva, expressões, ciência viva, em todo o concelho”, acrescentou a autarquia num comunicado.

A autarquia liderada por Macário Correia adiantou que “procedeu à abertura de concursos e seleção dos docentes para cada horário/escola” e o processo está “em fase adiantada, aguardando-se a decisão do Governo para se efetivar a contratação dos professores que poderão lecionar as AEC”.

A informação avançada pela Câmara de Faro surge quando termina o prazo de referência dado pelo executivo para abertura do ano escolar de 2011/2012, que irá assim iniciar-se sem que o quadro de docentes das AEC esteja completo no concelho.

Lusa
Pub