Breves
Inicio | Economia | Câmara lança concurso para ciclovia entre Castro Marim e Praia Verde

Câmara lança concurso para ciclovia entre Castro Marim e Praia Verde

A Câmara de Castro Marim vai lançar um concurso para a construção de cerca de cinco quilómetros de ciclovia entre a sede de concelho e a zona balnear de Praia Verde, anunciou ontem o município.

A empreitada tem um custo estimado de “850.000 euros mais IVA [Imposto sobre o Valor Acrescentado]” e será realizada na Estrada Nacional 125-6, precisou a autarquia de Castro Marim (PSD) num comunicado.

A ciclovia que a Câmara vai levar a concurso será construída na estrada que liga Castro Marim e o Itinerário Complementar (IC) 27 à Estrada Nacional 125 e freguesia de Altura, no litoral do sotavento algarvio.

Os trabalhos vão ser realizados no âmbito de um “projeto de valorização da rodovia”, que prevê também “alargamento e repavimentação” e “melhoria da drenagem”, adiantou o município.

A autarquia revelou ainda que se está a tentar obter financiamento comunitário para a obra, através do Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) do Algarve, com a vice-presidente do município e vereadora com o pelouro das Obras Municipais, Filomena Sintra, a esclarecer que “os trabalhos inerentes à valorização da EN 125-6 não estão incluídos neste financiamento, por não se enquadrarem no plano de ação do mesmo”.

Esta realidade vai obrigar a Câmara de Castro Marim a “um maior compromisso financeiro para a sua execução”, referiu a vereadora, citada no comunicado, recordando que “este quadro comunitário de apoio vai terminar em 2020/2021” e “é necessário empreender todos os esforços para superar o atraso”.

A vice-presidente justificou este atraso com as “dificuldades de gestão” que a maioria PSD na Câmara de Castro Marim sentiu entre outubro de 2017 e junho de 2019, mês no qual foram realizadas as eleições intercalares que devolveram a maioria absoluta à equipa social-democrata presidida por Francisco Amaral, que se demitiu em abril para provocar uma ida às urnas a meio do mandato.

Até junho, o PSD governou a autarquia em maioria relativa, com dois eleitos, e acusou a oposição do PS (dois vereadores) e o Movimento Castro Marim Primeiro (um) de, durante este período, faz uma “coligação negativa” para “bloquear” a sua gestão.

A Câmara algarvia recordou ainda que está também “em fase de conclusão a ciclovia que liga Castro Marim a Vila Real de Santo António e considerou que “a criação de novas infraestruturas cicláveis pretende interligar-se às políticas desportivas e culturais e de desenvolvimento do concelho de Castro Marim, numa perspetiva de valorização do património natural, mas também do cultural e edificado”.

O presidente da Câmara de Castro Marim, Francisco Amaral, observou que “grande parte” do turismo que visita o concelho “é sénior” e disse que este público “aprecia a natureza, gosta de andar de bicicleta e de sair do conceito turístico de sol e praia”.

“Por isso, temos de alargar a oferta, aproveitando outros recursos do concelho”, argumentou.

Verifique também

Algarve é a terceira região do país com maior taxa de “privação material severa”

O Algarve é a terceira região do país, logo a seguir às regiões autónomas dos …