Inicio | Economia | Turismo | Câmara Municipal abre nova consulta pública para Núcleo de Desenvolvimento Turístico de Faro

Câmara Municipal abre nova consulta pública para Núcleo de Desenvolvimento Turístico de Faro

A Câmara de Faro anunciou ontem a abertura de uma nova consulta pública da proposta que ganhou o concurso para a criação do Núcleo de Desenvolvimento Turístico do concelho, que prevê a instalação de camas fora da cidade.

Depois de uma primeira consulta, que terminou em 17 de maio, o município entendeu que o procedimento deveria ter mais publicitação e abriu um novo período de consulta, que se inicia na próxima segunda-feira, 02 de julho, terminando em 27 de julho, adiantou fonte da autarquia à Lusa.

Em comunicado divulgado ontem, o município recorda que a criação do núcleo prevê a instalação de 1.030 camas nas zonas do concelho que se encontram fora dos perímetros urbanos, em todas as quatro freguesias, embora não haja uma localização previamente definida para a sua distribuição.

“A este Núcleo de Desenvolvimento Turístico atribui-se o número máximo de 1.030 camas, a instalar em conjuntos turísticos integrados, a título de exemplo, de tipo ‘resort´ de baixa densidade, que deverão dispor ainda de uma envolvente de espaços verdes e oferta complementar associada”, lê-se na nota.

A audiência de interessados referente a este procedimento ocorrerá a partir do dia 30 de julho.

O pedido de audiência ou a formulação de observações escritas deverão ser dirigidos ao presidente da Câmara de Faro, com a identificação e morada de contacto dos autores, no prazo de cinco dias a contar do termo do período da consulta.

A criação do núcleo foi aprovada pela Câmara de Faro, por maioria, no final de janeiro do ano passado.

Na altura, ficou estipulado que deveria abranger uma área de intervenção mínima de 25 hectares, para projetos fora de áreas classificadas e de 70 hectares, dentro de áreas classificadas.

Com este núcleo, segundo a autarquia, pretende-se “valorizar a criação de postos de trabalho diretos num empreendimento que possua inovação e seja pautado por indicadores de sustentabilidade ambiental elevados”.

Verifique também

AMAL considera que abandono do furo petrolífero em Aljezur é “boa notícia” para o Algarve

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Jorge Botelho, considerou hoje “uma boa notícia” …