Pub

Macário Correia, presidente da Câmara de Faro, explicou que, face à conjuntura económica adversa que o país atravessa atualmente, a autarquia “apenas irá gastar um décimo do que foi gasto em 2010”, colocando iluminação “apenas na Pontinha e no jardim do Coreto”, na baixa da cidade de Faro.

“Este ano vamos gastar 8600 euros. Em 2010 tínhamos gasto cerca de 80 mil”, afirmou Macário Correia, frisando que a câmara de Faro “não tem posses para mais” e que os dois locais apontados serão os únicos do concelho que terão iluminação de natal colocada pela autarquia.

Por seu turno, o presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, disse à Lusa que a câmara “reduziu drasticamente” os valores gastos com a iluminação de Natal, que foram “colocadas apenas na Praça Marquês de Pombal e nas artérias de comércio”, na sede de concelho, e à entrada das freguesias de Monte Gordo e Vila Nova de Cacela.

“No ano passado já tínhamos reduzido alguma coisa, mas este ano o valor situa-se nos 85 por cento. Vamos gastar 30 mil euros, quando em 2008 e 2009 tínhamos gasto valores entre os 350 e os 280 mil”, precisou o autarca.

Luís Gomes acrescentou que, “numa altura de crise, por muito que se goste de ver as ruas iluminadas no natal, não faz sentido gastar tanto”.

Lusa

Pub