Breves
Inicio | Igreja | Capelania da Universidade do Algarve lembra que celebrar o Natal deve levar ao encontro com Jesus (com fotos)

Capelania da Universidade do Algarve lembra que celebrar o Natal deve levar ao encontro com Jesus (com fotos)

“Celebrar o Natal, mais do que os slogans habituais, há-de ser uma festa do grande encontro com Jesus Cristo. Não podemos celebrar este Natal, com todos os ideais cristãos que estão no nosso coração, se não servir para nos encontrarmos um pouco mais com Jesus Cristo”, afirmou aquele responsável da Capelania da UAlg aos estudantes presentes na eucaristia de Natal, celebrada na capela no Seminário de São José, em Faro.

Na celebração, que contou ainda com a participação de professores e de funcionários da UAlg, num total de cerca de 40 pessoas, o sacerdote considerou que existe mesmo esse “risco”. “Podemos encontrar-nos com o barulho das luzes, com a musicalidade das palavras e com o encanto dos cantos e de tudo o mais, mas, para além de tudo isso, está a experiência pessoal de fé que não pode ficar adormecida ou esquecida”, alertou.

O padre Pedro Manuel advertiu concretamente para o risco de banalização do Natal. “Estamos a celebrar o Natal e podemos correr o risco de o banalizarmos pelo facto de, todos os anos, o celebrarmos”, alertou, lembrando que “o que nos deve distinguir não deve ser a celebração pela celebração, mas a certeza da fé de que Aquele menino não foi um menino qualquer”. “Foi gerado por vontade de Deus para que a nossa vida fosse uma vida diferente. Se a minha e a vossa vida, diariamente e concretamente nesta altura do ano, são visitadas por este mistério de amor, não podemos ficar indiferentes”, complementou, lembrando que a vinda de Jesus Cristo ao mundo tem como objetivo a “redenção” humana. “Podemos ter caído, pecado e andar perdidos, mas o Senhor dá-nos sempre uma nova oportunidade para nos reconstruirmos e reerguermos. O pecado não tem a última palavra diante de Jesus e a vida perdida não tem o último lugar diante d’Aquele que lhe dá sentido”, acrescentou.

Samuel Mendonça

Verifique também

Missionários redentoristas celebraram 50 anos de presença no Algarve

A comunidade algarvia da congregação do Santíssimo Redentor, cujos membros são conhecidos como missionários redentoristas, …