Pub

“De pouco nos adianta termos a máxima formação possível se não fizermos dela e do trabalho um meio para nos santificarmos, se não fizermos desse meio de santificação pessoal o meio para santificarmos os outros”, afirmou aquele responsável da Capelania da UAlg aos estudantes presentes na eucaristia de início do ano académico, celebrada na capela no Seminário de São José, em Faro.

Na celebração, que contou ainda com a participação de professores e de funcionários da UAlg, num total de 42 pessoas, o sacerdote explicou o sentido da expressão santificação. “Quando falo de santificação, falo de coisas bonitas como o modo como me posso tornar mais feliz e mais livre a partir do meu trabalho. Quando sou capaz de descobrir isso, transformo a minha vida e a daqueles que estão comigo”, esclareceu.

O padre Pedro Manuel pediu mesmo aos presentes que façam com que a “palavra [de Deus] e a fé” tenham uma “presença” na “vida académica”. “Que Jesus faça de cada um de nós, particularmente daqueles que cruzam os corredores da UAlg, verdadeiros cristãos. Se nos empenharmos todos em manifestar a nossa presença cristã na UAlg, somos capazes de transformar a universidade, não pelo barulho que fizermos mas pelo testemunho de vida que dermos. Basta que cada um se comprometa a chamar outro e que façamos o apostolado de pessoa-a-pessoa”, pediu, exortando todos a “consagrem a Deus o seu trabalho e o seu estudo”.

Aquele responsável pediu ainda aos membros da comunidade académica que se tornem “catequistas sem sala de catequese” que fazem da fé a “palavra habitual” que passa pelas “intenções, pensamentos e ações”. Particularmente aos alunos, pediu-lhes que não tenham “medo de dizer que são cristãos, nem vergonha de afirmar a fé”, de modo a tornarem “mais presente” o “evangelho de Jesus Cristo nos corredores” daquela academia.

Na celebração, concelebrada pelo padre polaco Dariusz Jan Pestka, de 40 anos, oriundo da Diocese de Beja para fazer o mestrado em Psicologia Social e das Organizações na UAlg, foi ainda apresentado o programa de atividades da capelania daquela academia para este ano académico. Destaque para as missas de Natal, Páscoa e de encerramento do ano, a realizar, respetivamente, nos dias 18 de dezembro, 19 de março e 18 de junho, a primeira novamente no Seminário de Faro e as restantes na capela das Gambelas (junto ao campo de ténis). Realce ainda para as orações inspiradas na espiritualidade da Comunidade Ecuménica de Taizé (França), a realizar nos dias 20 de Novembro, 27 de fevereiro e 29 de abril, também na capela das Gambelas.

Para além disto, a Capelania da UAlg prevê ainda organizar, juntamente com a Associação Académica, a habitual bênção de finalistas que deverá ocorrer em maio, inserida na Semana Académica, e arrancar brevemente com o projeto de uma sala de estudo e com um serviço de apoio social para alunos carenciados. “Gostaríamos de perceber em que medida poderíamos ajudar os estudantes”, adiantou o padre Pedro Manuel, que incentivou ainda os estudantes a outra iniciativa de solidariedade. “Sentir-me-ia muito orgulhoso se conseguissem motivar um grupo grande de colegas para um dia de voluntariado numa instituição de ação social, aqui em Faro”, sugeriu.

O sacerdote pediu igualmente aos estudantes que proponham outras atividades a realizar.

Samuel Mendonça
Pub