Inicio | Ambiente | Casal francês iniciou caminhada pela natureza entre Sagres e a Turquia

Casal francês iniciou caminhada pela natureza entre Sagres e a Turquia

Um casal francês iniciou na segunda-feira em Sagres uma viagem a pé entre Portugal e a Turquia, para promover a caminhada na Europa como atividade para as novas gerações e a sustentabilidade social, cultural e ambiental.

Marie, de 29 anos, e Nil, de 31, propõem-se percorrer a pé os cerca de 10 mil quilómetros entre Sagres e Istambul, na Turquia, com passagem por 17 países e 120 parques naturais do sul da Europa, em 500 dias, num projeto designado por ‘Deux Pas Vers l’Autre’, anunciou a associação portuguesa Rota Vicentina, parceira da iniciativa.

“O apoio vai ao encontro dos objetivos da associação, no sentido de o projeto atrair a atenção para o interior, apostando em marketing territorial associado ao mundo rural, aumentando o conhecimento e notoriedade da Rota Vicentina na Europa”, justificou a associação.

O percurso dos dois franceses poderá ser acompanhado através das redes sociais e em blogues na internet, aumentando a notoriedade da Rota Vicentina, ligando Portugal a alguma das mais conceituadas rotas pedestres da Europa.

Segundo a associação, nos primeiros dez dias da viagem e em território português, o casal “vai usufruir dos trilhos, conhecer alguns dos parceiros da Rota Vicentina, participar em voluntariado e conhecer a comunidade local através dos produtos de turismo cultural”, ao longo do Caminho Histórico, Vila Alpina e Via Dinarica.

“Esta iniciativa permitirá aumentar a notoriedade da Rota Vicentina, ao ter uma forte componente de sustentabilidade e de proximidade com a cultura e pessoas locais, sensibilizando para questões do património e da identidade”, destacou a associação.

A Rota Vicentina é uma associação com uma rede de percursos pedestres ao longo da costa de Portugal, com cerca de 450 quilómetros sinalizados para caminhar entre Santiago do Cacém e o Cabo de S. Vicente, trabalhando em parceria com entidades que defendem o turismo de natureza “como via de desenvolvimento incontornável para esta região tão especial”.

Formada pelo Caminho Histórico, Trilho dos Pescadores e Percursos Circulares, a Rota Vicentina propõe uma vivência entre a cultura rural e a costa natural do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Verifique também

Ambientalistas pediram demissão do ministro do Ambiente por autorizar prospeção de petróleo

Vários movimentos ambientalistas concentraram-se ontem junto ao ministério do Ambiente, em Lisboa para pedir a …