Breves
Inicio | Sociedade | Castro Marim: GNR impede entrada irregular de tabaco em Portugal

Castro Marim: GNR impede entrada irregular de tabaco em Portugal

A GNR apreendeu na segunda-feira 31.360 cigarros que estavam a ser introduzidos de forma irregular em Portugal, anunciou na terça-feira o comando de Faro daquela força de segurança.

A apreensão foi feita pela Unidade de Ação Fiscal de Faro, na fronteira luso-espanhola de Castro Marim, e o tabaco destinava-se à “introdução irregular no consumo” em Portugal, precisou a GNR num comunicado.

“No decorrer de uma operação de fiscalização, que visou a verificação documental de âmbito tributário, os militares identificaram duas mulheres, com 41 e 54 anos, que transportavam tabaco dissimulado em malas de viagem, com origem em países de leste”, contextualizou a força de segurança.

Com esta apreensão, foi apreendida mercadoria que “ascende a 7.000 mil euros, o que se traduz em mais de 5.600 euros de Imposto Especial de Consumo não declarado ao Estado” português, sublinhou a GNR, frisando que foram “elaborados dois autos de notícia por introdução irregular no consumo”.

Verifique também

Estado vai apoiar o restauro da igreja de Alcoutim

A paróquia de Alcoutim assinou na passada terça-feira um acordo com o Estado, através da …