Pub

Castro_marimA criação de um novo polo de atração turística, que promova produtos locais e o património, é o objetivo das obras de remodelação do mercado municipal de Castro Marim, orçadas em 150.000 euros, disse hoje o presidente da Câmara.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Amaral afirmou que estas obras se inserem na “estratégia do município de promover os produtos da zona e o seu património imaterial” e vão permitir “criar mais espaços de venda, que poderão ser utilizados pelos produtores e artesãos locais”.

“O que pretendemos é criar um local permanente de venda dos produtos locais, que só costumam ser comercializados em mercados e feiras. Estamos no litoral algarvio, os turistas muitas vezes não têm mais nada que fazer além do sol e praia e, assim, queremos criar locais de interesse turístico e de promoção dos produtos locais que possam também ser visitados”, justificou o autarca.

Francisco Amaral frisou que, “além da criação de um novo polo de atração turística”, há também a vertente da dinamização da economia local, que passará a contar com “um local privilegiado para a promoção dos produtos do concelho”.

A Câmara algarvia anunciara em comunicado que as obras de requalificação representam um “investimento global de 150 mil euros” e “contemplam a substituição total da cobertura do edifício, a requalificação das pérgulas exteriores e do fontanário frontal, que passará a ser uma fonte decorativa”.

“As duas áreas de pérgulas serão transformadas num espaço de consumo e prova de produtos locais, como sumos, doçaria regional e bebidas espirituosas”, acrescentou a autarquia.

A Câmara Municipal adiantou que a “empreitada de requalificação do Mercado Municipal, que tem um prazo de execução de nove meses, assume-se como uma alavanca na estratégia local de desenvolvimento, tendo como premissas o aumento da produtividade e competitividade da atividade económica, a revitalização de artes e ofícios e produtos locais e a promoção e valorização do património cultural e natural”.

Pub