Pub

A iniciativa, promovida pelo Sector da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve, sob o tema “Com Fé, saboreamos com Maria os frutos da ressurreição de Jesus”, teve início pelas 6.45h, após ter passado por Tavira e Olhão, com a saída de autocarro de Vale Paraíso (Albufeira) rumo a Vila Viçosa.

Chegados ao destino, após a oração da manhã ainda no autocarro, os catequistas algarvios, que foram acompanhados pelo padre Flávio Martins, diretor do Secretariado da Catequese da Diocese do Algarve, e pela irmã Maria de São Paulo Monteiro, responsável pelo Setor Diocesano da Catequese da Infância e da Adolescência, realizaram uma visita ao Santuário de Vila Viçosa guiada pelo seu reitor, o padre Francisco Couto.

Os peregrinos algarvios foram ao encontro do que o país tem de mais profundo no que diz respeito às suas raízes culturais e religiosas. Recorde-se a ligação do Santuário de Vila Viçosa à devoção da Imaculada Conceição, a secular tradição que o liga a D. Nuno Alvares Pereira que terá fundado a igreja de Nossa Senhora do Castelo e oferecido a imagem da Virgem Padroeira, adquirida na Inglaterra ou o gesto que o rei D. João IV assumiu ao coroar a imagem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa como Rainha de Portugal nas cortes de 1646, reforçado pela declaração de D. João VI da Senhora da Conceição como rainha e padroeira de Portugal, dois séculos antes de o Papa Pio IX ter proclamado este dogma em 1854.

Após a eucaristia, presidida pelo padre Flávio Martins, e o almoço no refeitório do santuário, os peregrinos partiram rumo a Viana do Alentejo, passando pelo santuário de Nossa Senhora da Boa Nova, no concelho do Alandroal.

Chegados ao Santuário de Nossa Senhora de Aires realizaram ali uma celebração mariana, após a visita, seguindo-se um lanche e a partida de regresso ao Algarve.

À Folha do Domingo, a irmã Maria de São Paulo Monteiro assegura a continuidade da iniciativa. “É importante criar estes momentos. Rezámos, partilhámos experiências e criaram-se laços. Achamos que a experiência foi positiva e para o ano será para continuar”, refere.

Samuel Mendonça

Pub