Pub

LinceO Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) anunciou hoje a libertação na natureza de um lince nascido em Silves, elevando para 37 o número de linces de cativeiro introduzidos em território espanhol.

Em comunicado, o ICNF informou que o animal, de nome Junípero, nascido no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico (CNRLI), em Silves, foi libertado na zona de Guadalmellato, na região da Andaluzia, sul de Espanha.

Dos 37 animais introduzidos, 12 nasceram no centro nacional de reprodução da espécie, tendo seis sido soltos na zona de Guadalmellato (Córdoba) e os restantes seis na zona de Guarrizas (Jaén), também na Andaluzia.

A introdução de linces na natureza ao abrigo do Programa de Conservação Ex situ iniciou-se em território espanhol em fevereiro de 2011, com a libertação dos exemplares Granadilla e Grazalema.

Na última temporada de reprodução, em 2013, o programa estabeleceu 23 casais reprodutores, tendo por base a estimativa de exemplares necessários para libertação do programa.

Dos 23 casais estabelecidos, 18 reproduziram-se, tendo nascido 53 crias, 44 das quais viáveis, precisou o ICNF, acrescentando que a maioria destes animais está em preparação para libertação em 2014.

Os linces libertados ao abrigo do programa luso-espanhol de conservação da espécie, nascidos em centros de Portugal e Espanha, foram submetidos a treinos de caça e sobrevivência para conseguirem subsistir por meios próprios.

Até agora, só foram libertados exemplares da espécie na região da Andaluzia, mas o objetivo é estender a introdução de linces a outras regiões espanholas e também a Portugal.

Pub