Breves
Inicio | Sociedade | Centro Paroquial de Martim Longo celebrou 30 anos com inauguração de nova valência

Centro Paroquial de Martim Longo celebrou 30 anos com inauguração de nova valência

O Centro Paroquial de Martim Longo celebrou ontem 30 anos de ereção canónica e inaugurou mais uma valência: um centro de atividades geriátricas.

A nova valência, que se junta às de lar de idosos (inaugurada o mês passado), centro de dia e apoio domiciliário já existentes, foi agora implementada numa casa, doada por um casal à instituição, no sítio do Azinhal, a cerca de cinco quilómetros de Martim Longo.

O Centro de Atividades Geriátricas “Recantos da Memória” foi ontem benzido pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, que se congratulou com aquela nova valência.

O imóvel foi alvo de uma intervenção de recuperação financiada por uma empresa que quis oferecer esse apoio àquela instituição que conta com 34 trabalhadores.

O presidente do Centro Paroquial de Martim Longo lembrou que aquela “não é, porém, uma instituição qualquer”. “Não é uma estrutura à parte da paróquia. Foi sempre dirigida por pessoas com sensibilidade social e dinamismo eclesial. Em Martim Longo, o cristianismo ultrapassou o âmbito do templo e chegou ao quotidiano da humanidade”, afirmou o diácono Albino Martins.

“Incutimos nos nossos colaboradores os valores perenes do evangelho, procurando «fazer bem… o bem que se faz» – como diz o papa Francisco –, servindo o irmão, não como um cliente, mas como um irmão mais fragilizado”, prosseguiu, advertindo que “reduzir o idoso a uma mera boca a ser alimentada é diminuir a sua identidade” e que os idosos “merecem viver os últimos anos, com dignidade, serenidade e coragem”.

“Esta nossa maneira de agir, exige uma interação permanente com as famílias, com a comunidade e os órgãos autárquicos”, acrescentou o diácono Albino Martins que lembrou o fundador da instituição, padre Manuel Oliveira Rodrigues, antigo pároco daquela paróquia que também esteve presente, e as Franciscanas Missionárias de Maria que durante muitos anos ali trabalharam.

Aquele responsável manifestou ainda a sua preocupação com a sustentabilidade da instituição. “A abertura de um novo equipamento social (ERPI), a contratualização de novas colaboradoras, a transição de mais de duas dezenas de utentes para essa nova resposta social e a gestão separada dos equipamentos, leva-nos à necessidade urgente de consolidar financeiramente a instituição. Muito em breve havemos de fazer uma profunda reflexão, no que concerne à nossa sustentabilidade”, afirmou.

Presentes na inauguração estiveram também o pároco de Martim Longo, o padre Alberto Teixeira, o presidente da Junta de Freguesia de Martim Longo, Aníbal Cardeira, e responsáveis pela realização da obra e da empresa financiadora, para além de um grupo de utentes e habitantes locais.

À inauguração e bênção do novo espaço seguiu-se a celebração da eucaristia, presidida pelo bispo do Algarve, na igreja paroquial de Martim Longo, e um almoço que contou também com a presença do presidente da Câmara de Alcoutim, Osvaldo Gonçalves.

Verifique também

Presidente da Associação de Imprensa alertou que houve sempre notícias falsas, mas não com esta “distribuição viral”

O presidente da Associação Portuguesa de Imprensa (API) afirmou no passado sábado em Faro que …