Pub

O programa foi ontem apresentado à população na Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe, no concelho de Faro, no âmbito do seminário organizado pela associação Safe Communities Algarve, em colaboração com o município de Faro, o Comando Territorial da GNR e a Entidade Regional de Turismo do Algarve.

"Pretende-se dar a conhecer o programa e ao mesmo tempo chamar a atenção dos cidadãos para a importância da prevenção de crimes nas zonas mais recônditas do Algarve", destacou a fonte da GNR.

De acordo com a mesma fonte, as seis equipas estão distribuídas pelos destacamentos de Portimão, Silves, Albufeira, Loulé, Faro e Tavira.
"Além desta ação de proximidade, é também importante alertar as pessoas para a necessidade de contribuírem e denunciarem movimentações suspeitas em determinadas áreas, de forma a aumentar a segurança", concluiu a fonte da GNR.

O seminário é promovido pela Safe Communities Algarve, associação criada por David Thomas, um ex-comissário assistente da polícia de Hong Kong e ex-consultor da Interpol e das Nações Unidas, no sentido de fortalecer a relação entre a comunidade estrangeira residente no Algarve e as autoridades na prevenção da criminalidade.

A associação surgiu depois de um conjunto de assaltos violentos ocorridos no interior do concelho de Loulé em 2009, onde David Thomas reside há oito anos.

O projeto arrancou com um espaço ‘online’, em outubro de 2011, e deu origem à associação sem fins lucrativos, que reúne com as autoridades portuguesas, promove seminários na área da prevenção de crimes e dá dicas sobre serviços e dispositivos de segurança.

Lusa

Pub