Pub

De acordo com o comandante da Autoridade da Zona Marítima do Sul, Malaquias Domingues, a morte do animal com cerca de 3,5 metros, "terá ocorrido em alto mar, e terá dado à costa trazido pela maré da noite".

A mesma fonte acrescentou que foram recolhidas amostras do animal, para que se possa determinar as eventuais causas da morte e a sua espécie.

Os trabalhos de remoção do animal foram dirigidos pela empresa de recolha e tratamento de resíduos sólidos e urbanos (ALGAR) em colaboração com as autoridades marítimas.

Lusa

Pub