Breves
Inicio | Economia | Cimpor retoma produção em Loulé em fevereiro

Cimpor retoma produção em Loulé em fevereiro

Foto © Samuel Mendonça

A Cimpor anunciou na sexta-feira que a produção na fábrica de cimento de Loulé será retomada em fevereiro, o que permite antecipar em um mês o prazo de suspensão temporária dos contratos de trabalho.

Em comunicado, a Cimpor informa que “um ligeiro sinal de retoma do mercado interno, e uma expetativa mais positiva face ao enquadramento exportador, criaram as condições mínimas para a antecipação de um mês da reativação do forno do centro de produção de Loulé, terminando-se o processo de ‘layoff’ [suspensão temporária dos contratos de trabalho], já a partir de 31 de janeiro de 2017”.

Em 09 de junho, a Cimpor anunciou que ia suspender, temporariamente, os contratos de parte dos trabalhadores em funções no centro de produção de Loulé, uma das três fábricas de cimento que opera em Portugal, em resposta à contração do mercado da construção e à suspensão da importação de clínquer e cimento por parte da Argélia.

Agora a Cimpor informa que se prepara “para responder ao potencial de desenvolvimento que reconhece no sul de Portugal especialmente atenta aos sinais positivos que lhe chegam, reassumindo-se como mais um polo de desenvolvimento da região”.

Na altura, a empresa não revelou o número de trabalhadores abrangidos pelo processo de ‘layoff’, mas de acordo com fonte sindical foram 57 os funcionários da unidade de Loulé com contratos de trabalho suspensos desde 01 de setembro e por um prazo de seis meses.

O Porto de Faro está sem movimento de carga desde junho devido à suspensão da atividade da fábrica da Cimpor em Loulé, que era o único cliente do porto algarvio, segundo a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT).

Verifique também

Ryanair chega a acordo com a ANA para manter base mais reduzida em Faro

A Ryanair chegou a acordo com a ANA – Aeroportos de Portugal para manter a …