Pub

Na parte da manhã o cónego Nuno Brás Martins, reitor do Seminário dos Olivais do Patriarcado de Lisboa e professor de Teologia na Faculdade de Teologia de Lisboa da Universidade Católica Portuguesa, falou sobre a ‘Radicalidade Evangélica no Sacerdócio Ministerial’.

O referido teólogo apresentou aos sacerdotes presentes a radicalidade evangélica como base da vida de um presbítero, ao defender que o sacerdote não é presença de si mesmo, mas é presença da Igreja, dando continuidade ao projecto de Cristo Ressuscitado.

Na parte da tarde, e já depois da celebração da Eucaristia presidida pelo D. Manuel Quintas, o clero distribuiu-se pelos vários grupos para as respectivas reuniões de vigararia, onde foram abordados, entre os temas, o encontro que o Papa vai ter com o clero português em Fátima no dia 12 de Maio e as próximas Jornadas de Actualização Teológica para o Clero a realizar nos dias 25 a 28 de Janeiro em Montemor – o – Novo, na Diocese de Évora.

Pub