Pub

O Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana (GNR) celebrou no passado dia 29 de janeiro o 106º aniversário da instalação da sua primeira companhia no Algarve, ocorrida no ano de 1914, e o 11º aniversário do Comando Territorial de Faro que aconteceu em 2009.

A cerimónia oficial com atividades de caráter militar, cultural e social teve lugar na Avenida Zeca Afonso, em Tavira, com a presença do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do comandante geral, tenente-general Luís Francisco Miguel, mas no dia 26 de janeiro aquela força de segurança quis assinalar a efeméride, associando-se à eucaristia dominical na igreja matriz de São Pedro de Faro.

Dia_gnr_2020-3
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Na celebração, o capelão do Comando Territorial de Faro e vigário geral da Diocese do Algarve que presidiu à mesma, regozijou-se iniciativa daquela força de segurança. “Ainda é uma das instituições, juntamente com os militares, que não tem complexos da sua história nem complexos da fé do seu povo. Quem dera que outras instituições do país e da Europa conseguissem apreender e, sem complexos, olhar para a história do seu povo e para Jesus Cristo que une o seu povo”, afirmou o cónego Carlos César Chantre.

Dia_gnr_2020-4
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Na eucaristia, na qual se assinalou também a festa de São Tomás de Aquino, padroeiro da cidade de Faro, rezou-se pelos falecidos que pertenceram à GNR e os militares entoaram o grito da instituição.

As comemorações do Dia da Unidade do Comando Territorial de Faro tiveram início no dia 24 de janeiro com um concerto solidário apresentado pela Orquestra de Câmara da GNR, com reportório de música clássica, no Mercado da Ribeira, em Tavira, que reverteu a favor do Centro Paroquial de Cachopo.

Dia_gnr_2020-12
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

No dia 28 realizou-se também um seminário sobre o tema “Segurança na terceira idade – cuidar dos nossos”, na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos em Tavira e no dia 29, na cerimónia naquela cidade foram impostas condecorações e homenageados os militares já falecidos. Aquele dia incluiu a realização de uma parada militar.

Pub