Pub

Comboio_presidencialO comboio centenário usado pelos chefes de Estado a partir de 1910 vai fazer o percurso entre Vila Real de Santo António e Faro, a 1 de julho, para assinalar os 125 anos da chegada do comboio a Faro.

A iniciativa insere-se num conjunto de viagens programadas pela Fundação Museu Nacional Ferroviário (FMNF), neste caso, com a colaboração das câmaras de Faro e de Vila Real de Santo António, que vão unir-se para celebrar a chegada do primeiro comboio com serviço de passageiros a Faro, a 1 de julho de 1889.

O momento histórico originou a criação de um número único do jornal “Inauguração”, contou à Lusa o diretor do Museu Municipal de Faro, onde no mesmo dia será inaugurada a exposição “Olhares sobre o caminho de ferro no Algarve”, que reúne fotografias, objetos e documentos sobre o tema e na qual será ainda exibido um documentário.

“Quando o comboio chegou a Faro, foram três ou quatro dias de festa, houve música, quermesses, as casas nobres e os principais monumentos da cidade foram iluminados e as ruas foram enfeitadas”, referiu Marco Lopes, lembrando que o comboio chegou a Faro três décadas depois da inauguração do primeiro troço do país, entre Lisboa e o Carregado.

Segundo aquele responsável, a chegada da ferrovia ao Algarve teve um grande impacto social e económico na região, uma vez que os transportes se faziam quase sempre pela via marítima e fluvial ou pelos caminhos terrestres da região, na altura um território praticamente isolado.

A cidade de Vila Real de Santo António viria mais tarde, em 1906, a ser beneficiada com a extensão da linha do Algarve para Sotavento, aproximando esta via da zona de fronteira com Espanha.

De acordo com a Fundação Museu Nacional Ferroviário, o objetivo é que o comboio presidencial, que deixou de funcionar como tal na década de 1970, venha a ser explorado enquanto produto turístico, mediante a sua disponibilização para passeios de residentes ou estrangeiros.

A viagem destina-se apenas a convidados, já que a fundação se encontra numa fase de ensaio de um modelo de exploração do comboio presidencial enquanto produto turístico.

A Câmara de Faro vai, contudo, sortear cinco bilhetes duplos para a viagem, com início às 10:00 em Vila Real de Santo António, através de um passatempo que vai ficar disponível na página da Câmara de Faro na rede social “Facebook”.

Através de fundos comunitários, entre 2009 e 2013, a Fundação Museu Nacional Ferroviário procedeu ao restauro global do comboio presidencial, tendo os seis veículos que formam a composição sido totalmente reabilitados.

Os interiores foram reconstituídos e tiveram que ser reproduzidos alguns objetos em falta, em função dos modelos existentes na década de 1970, que coincide com o período final do uso do comboio presidencial.

[youtube width=”660″ height=”300″]http://www.youtube.com/watch?v=SZSsRQprJa8[/youtube]

[youtube width=”660″ height=”300″]http://www.youtube.com/watch?v=xnwDtJ4OqDo#t=249[/youtube]

Pub