Pub

Para assinalar a chegada dos marinheiros portugueses comandados por Vasco da Gama, a Calecute (Índia), em 20 de maio de 1498, a Marinha decidiu associar as suas comemorações às dos 150 anos do nascimento do político e escritor Manuel Teixeira Gomes, natural de Portimão.

Segundo a Marinha, Manuel Teixeira Gomes demonstrou ser “um amante do mar e dos navios, sendo que foram, em grande parte, as viagens marítimas que enriqueceram o mundo cultural que nos deixou em muitas obras literárias”.

As comemorações do Dia da Marinha iniciaram-se no dia 15, com uma exposição de Atividades, no Teatro Municipal de Portimão, mas o ponto alto decorrerá ao longo do dia 23, com a realização de atividades religiosas e militares, onde participam entidades locais, regionais e nacionais.

Durante a manhã, realizar-se-á uma missa em memória dos militares e civis da Marinha falecidos, na Igreja do Colégio, pelas 10:00, seguida de uma cerimónia militar, na zona ribeirinha de Portimão, às 11:30.

Durante a tarde, decorrerão exercícios de demonstração de capacidades e a largada dos navios deste ramo das Forças Armadas portuguesas, na Praia da Marina, junto à Praia da Rocha, local onde funcionará o “fun place”, um espaço com atividades radicais, batismos de mergulho e de mar em viaturas anfíbias, torre de escalada e tendas de “airsoft”.

Vários navios, entre eles o Creoula, Vasco da Gama e João Roby, ficarão atracados no Cais Comercial e no Ponto de Apoio Naval de Portimão, entre quarta feira e domingo, onde podem ser visitados pelo público em geral.

Os visitantes terão também a oportunidade de realizarem batismos de mar a bordo das lanchas “Centauro” e “Sagitário”, e ficar a conhecer de perto as áreas operacional, científica e cultural da Marinha, bem como de aprender a comandar um helicóptero Lynx e um navio através dos simuladores de voo e de navegação.

No dia 21, realiza-se um concerto com a Banda da Armada, na Alameda da República, junto à Igreja do Colégio.

Lusa

Pub