Pub

“Pretendeu-se elaborar um programa que se elevasse à altura da personalidade homenageada. Um vasto conjunto de eventos foi concebido para aproximar o grande público do pensamento, da inteligência, da sensibilidade, do conhecimento, dos gestos, do viajante, do esteta, do escritor, do homem de Estado”, sublinha a Câmara de Portimão.

“Pretende-se não apenas divulgar e aprofundar o conhecimento da obra do escritor de excepção, mas também a personalidade cívica e politicamente empenhada na estabilidade da Democracia portuguesa, no difícil contexto nacional e internacional, entre a implantação da República e o dealbar da segunda Guerra Mundial”, acrescenta a autarquia, garantindo que há “duas preocupações fundamentais nesta programação: a sua qualidade excepcional e a sua durabilidade”. “Queremos que, para além da circunstância evocativa, fiquem criações de elevado nível artístico e científico, entre outras marcas indeléveis, que deverão ser fruídas pelas gerações vindouras”, refere a edilidade.

Exposições, colóquios e conferências, concertos de música – ao gosto pessoal de Teixeira Gomes –, espectáculos de teatro, de dança, de cinema, irão ocorrer ao longo do ano. Serão produzidas obras originais, inspiradas na sua vida e na sua obra, por grandes criadores nacionais.

Pub