Pub

Depois de entregar a petição, a comissão contra as portagens na Via Infante de Sagres (A22) vai também reunir-se com a Comissão de Obras Públicas e com os Grupos Parlamentares, explicou à Lusa Nuno Viana, um dos elementos da Comissão de Utentes.

Segundo Nuno Viana está agendado para este mês uma marcha de protesto contra as portagens a partir da Ponte do Guadiana e que contará com a colaboração de condutores espanhóis da Andaluzia.

A Comissão de Utentes da Via Infante pretende ainda, a breve prazo, e antes da instalação dos pórticos na A22, avançar com a organização de um fórum-debate na região, subordinado ao tema – “As portagens na Via Infante e o seu impacto no Algarve”, onde serão convidados a participar diversas personalidades e responsáveis políticos regionais.

A comissão indica ainda que está a preparar também um dossier sobre as portagens na Via Infante para ser enviado aos tribunais nacionais e europeus.

Com o lema “Não às portagens na Via do Infante, a Estrada Nacional 125 não é alternativa. O Algarve não paga”, a Comissão de Utentes da Via Infante realizou nos últimos meses dois protestos na EN 125 com marchas lentas e buzinões.

Lusa

Pub