Pub

Posse_con_cesar_chantre_paroquia_s_pedro (16)
Foto © Samuel Mendonça

O cónego Carlos César Chantre adverte que sem a fé cristã a Europa perderá a sua identidade e irá desagregar-se, permitindo que outras culturas ocupem lugar.

O sacerdote falava na cerimónia de assinatura do acordo de financiamento para obras de remodelação da iluminação da igreja de São Pedro de Faro, que ali teve lugar no dia 5 do mês passado.

“Quantos se sacrificaram para fazer estas casas para que as pessoas se reunissem para manifestar a sua fé, fé sem a qual a Europa se vai desagregar porque a Europa é uma identidade cristã e quando a Europa não quiser essa identidade, outras culturas hão-de ocupar o seu lugar”, advertiu, considerando que quando um povo “se envergonha da sua história e do seu passado, outros povos ocuparão o lugar desse povo”. “Ainda temos alguns anos de fôlego para reanimar isto”, acrescentou.

Já em janeiro deste ano, o sacerdote alertava para esta questão. “Espero que os nossos intelectuais europeus se apercebam que a chave da Europa vai ser o Cristianismo. Se assim não for, a Europa deixará de o ser. Ou a Europa recupera a sua memória, não tem vergonha da sua memória e corrige o presente naquilo que esteve de errado na memória, ou então, se esquecer a memória, há-de esquecer o seu povo e outros povos ocuparão o seu lugar”, advertia.

Pub