Pub

Esta iniciativa surgiu na sequência da exposição dos 25 anos de Arqueologia na Universidade do Algarve promovida por Cristina Oliveira, encarregada da conservação e do restauro de artefactos.

O historial da Arqueologia no Algarve e a sua introdução como área científica foram alguns dos tópicos abordados na sessão, que contou com quase 20 participantes.

Durante a conferência, João Pedro Bernardes frisou o nome de Teresa Júdice Gamito, primeira arqueóloga da Universidade do Algarve – e única durante toda a década de 80, pelo seu contributo na maioria das iniciativas arqueológicas realizadas na cidade de Faro.

Para representar a Zooarqueologia, que João Pedro Bernardes destacou como sendo a unidade curricular melhor lecionada do país na UAlg, esteve presente a professora Maria João Valente.

Rúben Oliveira
Pub