Pub

De acordo com Nuno Aires, “o Algarve é um destino com um peso significativo, não só no mercado nacional, como no internacional”.

Falando à agência Lusa no dia da abertura formal da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a decorrer na FIL até domingo, o responsável referiu que “o mercado nacional tem uma componente bastante importante no turismo algarvio, mas os mercados espanhol, inglês, alemão e do Norte da Europa têm demonstrado sinais de recuperação”.

Deste modo, a instabilidade que se vive no Egito terá um “efeito a curto prazo em Portugal, e no Algarve em particular, com os operadores turísticos já a apostarem em alternativas de sol e praia".

"O Algarve já se posicionou nesse sentido e já há sinais por parte desses operadores do sucesso deste destino”, sustentou.

À semelhança de Portugal, também a Tailândia poderá beneficiar da instabilidade no Egito, uma vez que “é um dos países com mais procura entre os turistas portugueses”.

“Estamos otimistas quanto à Tailândia como opção alternativa ao Egito, porque os operadores com quem falámos e que tinham estes dois países em carteira optam hoje pela Tailândia como destino alternativo”, disse à Lusa a representante do turismo da Tailândia em Portugal, Rosário Louro.

Apesar da atual crise financeira e de apelos constantes à contenção das famílias, Rosário Louro mostrou-se otimista quanto à procura do destino Tailândia, este ano, por parte dos portugueses.

“No último ano, conseguimos que 25 mil portugueses procurassem este destino, este ano esperamos chegar aos 30 mil”, destacou.

A BTL arrancou hoje, na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, com mais de 200 ofertas, incluindo descontos em hotéis e em pacotes turísticos que podem chegar aos 50 por cento.

A edição deste ano está aberta ao público a partir de sexta-feira.

Contudo, a partir de hoje, e pela primeira vez, o espaço de turismo gastronómico está aberto ao público, com stands que representam as regiões do Alentejo, Algarve, Lisboa e Vale do Tejo, Oeste, Porto e Norte e Serra da Estrela.

Com 980 expositores, 75 novas empresas e mais de 45 destinos internacionais, a BTL 2011 tem como destino internacional convidado a Tailândia, com o objetivo de dar a conhecer a oferta turística deste país asiático.

A edição deste ano conta com mais cinco expositores: Egito, EUA, Coreia, Taipé, Uzbequistão.

Lusa

Pub