Pub

A proposta foi apresentada na reunião que ontem teve lugar no Seminário de São José, em Faro, no contexto da apresentação da síntese nacional da partilha das dioceses portuguesas a respeito do projeto «Repensar a ação pastoral da Igreja em Portugal», segundo o memorando a que a FOLHA DO DOMINGO teve acesso.

A sugestão é transversal a toda a comunidade cristã, uma vez que se dirige não só à identidade do presbítero (sacerdote) – ideia já avançada pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, na última Missa Crismal – , mas também à “ministerialidade da comunidade cristã”, ou seja, ao exercício de ministérios (serviços) por parte de vários agentes de pastoral, muitos deles não clérigos, como é o caso dos religiosos consagrados (freiras e frades ou irmãos) e dos leigos.

Na abertura dos trabalhos, o bispo do Algarve, que preside à reunião, recordou mesmo a carta dirigida aos sacerdotes no passado dia 12 de maio, na continuidade da homilia da Missa Crismal, tendo aquela sido “objeto de demorada reflexão” por parte dos conselheiros. Decidiu-se ainda que a mesma missiva continuará a ser refletida nas próximas reuniões de vigararia.

O documento adianta ainda que os sacerdotes conselheiros tomaram igualmente contacto com as reflexões do grupo que se tem vindo a debruçar sobre a reestruturação da Pastoral da diocese algarvia e foi informado da proposta da reestruturação da Cúria Diocesana, tendo-se pronunciado, nesse sentido, sobre a “necessidade de incrementar quer a coordenação entre os diferentes departamentos e secretariados, quer a articulação das respetivas atividades”.

Aquele órgão consultivo do bispo do Algarve foi ainda informado que, a partir do próximo ano letivo, funcionará no Seminário de Faro, o Ano Propedêutico para jovens das dioceses de Évora, Beja e Algarve, que tenham concluído o 12º ano de escolaridade e/ou antes da entrada no Seminário Maior, em Évora.

Os conselheiros foram ainda informados sobre a situação do Fundo Diocesano Social e recordaram o Dia Diocesano do Clero, a realizar este ano (no dia 20 de junho) na área da vigararia de Tavira, a celebração do Dia de Oração e Santificação dos Sacerdotes, a celebrar no dia 1 de julho, e das bodas de ouro sacerdotais de D. Manuel Madureira Dias, bispo emérito do Algarve, a celebrar no dia 25 de julho.

O Conselho Presbiteral, constituído em cada diocese a teor do cânone 495 do Código de Direito Canónico, é uma espécie de senado do bispo, que representa o presbitério, manifesta a comunhão entre o próprio bispo e o seu presbitério e exprime a fraternidade existente entre os sacerdotes. A este órgão consultivo compete auxiliar o bispo no governo da diocese, nos termos do direito e dos estatutos em vigor, para que seja promovido o “bem pastoral do povo de Deus”.

Também chamada arciprestado ou ouvidoria, a vigararia é uma circunscrição eclesiástica de que fazem parte várias paróquias ou quase paróquias (vicariatos).

Samuel Mendonça
Pub