Pub

Durante aqueles dias espera-se que a cidade italiana de Pádua receba cem mil peregrinos provenientes de todo o mundo. A Basílica de Santo António estará aberta entre as 6h20 e as 19h00 (no último dia até às 19h45), hora local.

As imagens de uma câmara de vídeo direccionada para as relíquias serão permanentemente transmitidas pela Internet, através do site www.santantonio.org/ostensionedelsanto2010.

A exposição – ostensão – é um acontecimento epocal. A última vez que o corpo de Santo António foi apresentado aos fiéis ocorreu em 1981, por ocasião do 750.º aniversário da morte do frade franciscano. A iniciativa, que durou 29 dias, acolheu 650 mil peregrinos.

A urna foi transferida para permitir o restauro da Capela da Arca, embora não tenha sido aberta. “Desde então – afirmou o Pe. Enzo Poiana, reitor da Basílica de Santo António – multiplicaram-se os pedidos dos fiéis para poderem ver os restos mortais”.

Santo António nasceu em Lisboa no final do século XII. Foi recebido entre os Cónegos Regulares de Santo Agostinho. Pouco tempo depois da sua ordenação sacerdotal ingressou na Ordem dos Frades Menores, com a intenção de se dedicar à propagação da fé cristã entre os povos da África. Exerceu com grande fruto o ministério da pregação em França e na Itália, tendo convertido muitos hereges. Foi o primeiro professor de Teologia na Ordem dos Frades Menores. Morreu em Pádua no ano de 1231.

Pub