Pub

A terceira edição do festival Sou Quarteira, agendada para os dias 22 e 23 de agosto, foi cancelada e adiada para 2021, devido à pandemia de covid-19, informou ontem a Câmara de Loulé.

Em comunicado, a autarquia adianta que a organização do festival, da qual faz parte o músico Dino D’Santiago, decidiu cancelar o evento por concentrar “um numeroso público, em plena época alta do turismo algarvio, num dos mais procurados destinos de férias de portugueses e estrangeiros”.

“Face às medidas de mitigação da propagação do novo coronavírus que irão manter-se durante os próximos meses, mesmo após o final do estado de emergência em Portugal, a organização do Festival Sou Quarteira decidiu cancelar a edição deste ano”, lê-se no comunicado.

Com um programa centrado nas sonoridades urbanas, com estilos que vão desde o hip-hop ao afro, pelo palco deste festival, que se realiza no Passeio das Dunas, em Quarteira, no concelho de Loulé, já passaram artistas como Carlão, Branko, Jimmy P, Mayra Andrade, Mundo Segundo & Sam The Kid ou Plutónio.

A par do festival, o movimento Sou Quarteira integra outras iniciativas, nomeadamente, exposições, lançamento de livros ou projeção de documentários, numa ação abrangente que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loulé.

Afirmar a identidade de Quarteira na sua globalidade geográfica, cultural, social e económica, procurando mostrar a diversidade de experiências culturais e sociais que valorizem a cidade, para além da indústria do turismo balnear e da hotelaria, é o principal objetivo deste movimento artístico.

Além de Dino D’Santiago, são impulsionadores do evento Inês Oliveira, Miguel Jacinto e Naomi Guerreiro, todos de Quarteira.

Portugal regista hoje 735 mortos associados à covid-19 em 20.863 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

O país cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março.

O decreto presidencial que prolongou a medida até 02 de maio prevê a possibilidade de uma “abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais”.

Pub