Pub

O hospital de campanha de apoio ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) instalado em Portimão para doentes com covid-19 recebeu no primeiro mês de funcionamento um total de 170 doentes, foi anunciado.

Instalada no pavilhão multiusos Portimão Arena, a estrutura entrou em funcionamento em 10 de janeiro, tendo recebido até agora 170 doentes, 105 dos quais vindos de hospitais de outras regiões, avançou o CHUA em comunicado.

De acordo com os dados avançados por aquele centro hospitalar, durante este período, 126 doentes tiveram alta e 22 foram transferidos para os hospitais do Algarve.

O balanço da atividade é “extremamente positivo”, tendo em conta o apoio que a estrutura de retaguarda prestou à população algarvia e aos grandes hospitais que transferiram doentes para o Algarve, prossegue a nota.

Gerida em parceria pelo CHUA, a Proteção Civil e a Câmara de Portimão, a enfermaria de apoio instalada naquele pavilhão municipal foi equipada para tratar doentes com covid-19, com uma capacidade inicial de 100 camas de internamento.

A presidente do conselho de administração do CHUA, Ana Castro, citada na nota, refere que o funcionamento da estrutura com “o empenho diário, as horas a mais e o esforço adicional dos profissionais, demonstra que o Algarve não são só praias para turismo”.

“Mostrámos (…) que quando o país precisou, nós não falhámos, estivemos lá e estaremos sempre, assim nos deem capacidade para o fazer”, destacou aquela responsável, que é simultaneamente a coordenadora da estrutura.

Ana Castro acrescentou que “nem os constrangimentos físicos do espaço ou a equipa reduzida para o número de utentes que recebeu foram fatores impeditivos para os profissionais se orgulharem da capacidade de resposta dada”.

Pub