Pub

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) saudou a Jornada ‘Memória e Esperança’, que de 22 a 24 de outubro evoca as vítimas da pandemia de Covid-19, convidando as dioceses católicas a associar-se à iniciativa de um grupo de cidadãos.

“As várias Dioceses verão a oportunidade de realizar o gesto do toque dos sinos nas igrejas às 12h00 do sábado, 23 de outubro, conforme sugerido pelos organizadores da Jornada, ou a possibilidade de aderir a outra iniciativa”, refere o Secretariado-Geral da CEP.

“Fazer memória daqueles que nos deixaram, nomeadamente os que foram atingidos pela pandemia, só tem significado no horizonte de esperança que dá sentido à vida”, acrescenta o texto.

O bispo do Algarve informou os párocos pedindo que as paróquias se associem à iniciativa da sociedade civil, como sugerido pela CEP, em memórias das pessoas que morreram por causa da pandemia. D. Manuel Quintas lembra que as paróquias devem fazer ressoar os sinos durante três minutos.

A jornada ‘Memória e Esperança’ visa mobilizar a sociedade e suscitar a participação de todas as pessoas e instituições que o desejarem, tendo criado o sítio online memoriaeesperanca.pt.

com Agência Ecclesia

Pub