Pub

A Câmara de São Brás de Alportel reativou o refeitório escolar para apoiar os alunos e as famílias vulneráveis do concelho, anunciou a autarquia.

Fonte do município disse à Lusa que vão fornecer cerca de duas centenas de refeições diariamente aos alunos dos escalões A e B beneficiários da ação social escolar, tendo para isso sido “contactados os encarregados de educação”.

Além das crianças abrangidas pela ação social escolar, esta medida “abrange também outras crianças, jovens e familiares” oriundos de agregados familiares com vulnerabilidade social, mediante encaminhamento por parte dos Serviços Sociais, ou a pedido de família e após devida análise social, acrescentou a mesma fonte.

A autarquia justifica a medida com o agravamento da situação epidemiológica nacional que levou ao encerramento das escolas, tendo optado por reiniciar a parceria que já tinha feito com o Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas, que “irá manter-se enquanto os alunos não frequentarem fisicamente a escola”.

Para prestar este apoio alimentar estão a funcionar os refeitórios na Escola Básica EB1/JI de São Brás de Alportel e na Escola Secundária José Belchior Viegas, em regime de ‘take away’.

Quando necessário, por impossibilidade de acesso da família, o município efetua o transporte ao domicílio das refeições.

Esta medida é similar à lançada no primeiro confinamento, em março de 2020, altura em que foram fornecidas diariamente 130 refeições.

Agora, esse número foi reforçado porque a autarquia prevê um crescente número de famílias a necessitar desta ajuda dado o contexto de crise económica e social, informou a autarquia.

Pub