Pub

A iniciativa foi orientada pelo padre Arlon da Costa, chefe da missão Canção Nova para a Europa, que fez dois ensinamentos durante o dia e contou com a colaboração de missionários da Comunidade Canção Nova.

Ao longo do dia, o sacerdote apelou para a necessidade dos cristãos se consciencializarem de que não podem parar diante das dificuldades. “Quando vacilarmos não podemos esquecer-nos de que o Senhor está connosco. Deus jamais nos decepcionará”, alertava o padre Arlon da Costa numa das suas intervenções. “Quando sairmos daqui os problemas continuarão, mas não estaremos sós. A diferença é o modo como vamos encarar os problemas”, acrescentava o sacerdote.

O dia teve ainda momentos de louvor e animação e de adoração ao Santíssimo Sacramento e a meio da tarde teve como ponto alto a celebração da Eucaristia presidida pelo Bispo do Algarve.

D. Manuel Quintas destacou os apelos dirigidos durante aquela assembleia que procuraram levar à confrontação interior dos participantes com as exigências da Palavra de Deus.

Por outro lado, o Bispo diocesano lembrava aos membros daquele carisma, expressão do impulso do Espírito Santo, que a acção do mesmo espírito. “A acção do Espírito Santo restabelece esta força interior e esta energia que é própria do amor de Deus em nós, que nos rejuvenesce e em nós restabelece uma vida nova para sempre no Baptismo”, disse.

Neste sentido, o prelado desejou “que todos os que pertencem à nossa Igreja se deixem conduzir pelo Espírito”.

Samuel Mendonça

Pub