Breves
Inicio | Igreja | Curso bíblico, orientado pelos franciscanos capuchinhos, realizou-se em Faro

Curso bíblico, orientado pelos franciscanos capuchinhos, realizou-se em Faro

A comunidade algarvia da Ordem dos Frades Menores (franciscanos), em colaboração com a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (franciscanos capuchinhos), promoveu nos passados dias 10, 11 e 12 deste mês um curso bíblico.

A formação, que teve lugar no Convento de São Francisco, em Faro, contou com cerca de 30 participantes e foi orientada pelo frei Manuel Arantes da Silva.

Ao Folha do Domingo, o franciscano capuchinho explicou que o objetivo do curso foi “ajudar as pessoas a desdramatizar a concepção que têm da Bíblia” como algo “difícil”. “[Queremos] tentar ajudar as pessoas a fazer da Bíblia um livro pessoal e comunitário, para grupos, que possam ler e meditar com naturalidade. É um estudo sobre toda a história da salvação para terem uma ideia de como é que a Bíblia começou, continua e termina”, sustentou.

O formador acrescentou que a formação procurou apresentar as escrituras numa “linha de leitura orante ou espiritual e não exegética porque para isso estão as universidades”. “[Queremos] tentar fazê-lo de maneira simples, de tal maneira que as pessoas entendam as grandes linhas da história da salvação e da revelação”, completou.

O frei Manuel Arantes da Silva lembrou que este “é um trabalho que os capuchinhos já andam a fazer por Portugal inteiro há mais de 50 anos”. “Desde o princípio fizemos a opção de levar a Bíblia ao povo”, recorda, lembrando que isso passou pela constituição de uma equipa para “fazer estudos, preparar-se e fazer lições acessíveis ao povo”.

O frade capuchinho entende que a relação dos católicos com Bíblia melhorou nos últimos anos. “As coisas mudaram bastante. Não foi fácil desbravar. Estas iniciativas têm contribuído muito para isso. Em muitas paróquias as pessoas já lêem a Bíblia, muitas dioceses já fazem cursos”, considera, lembrando que a Bíblia já é entregue às crianças no quarto ano da catequese. “Hoje podemos dizer que Portugal está bem melhor na leitura da Bíblia”, assegura.

O franciscano capuchinho contou que, após estes cursos nas paróquias pedidos pelos seus párocos, o passo seguinte é a constituição de grupos paroquiais de leitura da Bíblia. O formador explicou existirem ainda cursos de agentes, realizados em Fátima, só para os animadores daqueles grupos bíblicos. “Temos também cursos específicos sobre o evangelista do ano, o encontro nacional dos grupos bíblicos e uma semana, mais científica, exegética, em Fátima”, acrescentou.

Verifique também

Movimento dos Cursos de Cristandade reuniu cursistas no Rogil

O Movimento dos Cursos de Cristandade (MCC) no Algarve realizou no passado domingo à tarde …