Pub

Como habitualmente, constituído por 15 sessões semanais que terminam com o chamado “tempo de deserto” para o encontro pessoal com Deus, o curso realizou-se desta vez na igreja das Pereiras, na paróquia de Quarteira, com a presença de cerca de 15 participantes permanentes.

Orientada pelas “guias” Susana Carrusca e Odete Andrade, a formação terminou no passado dia 29 de junho com um tempo mais prolongado de oração e partilha entre os participantes.

O movimento das Oficinas de Oração e Vida, iniciado em 1984 pelo frei Inácio Larrañaga e hoje presente em mais de 60 países do mundo, chegaram a Portugal há mais de 25 anos e estão presentes em todas as dioceses do país. Baseia-se num tipo de espiritualidade franciscana e destinam-se a ajudar os crentes a um encontro mais pessoal e espiritual com Deus, através de um tempo de oração diária designado de "sagrada meia-hora".

Pub