Pub

D. Manuel Quintas, que ontem presidiu pelas 18h, na Sé de Faro, à Eucaristia da solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria convidou os fiéis a terem presente naquela celebração a memória de D. Júlio Tavares Rebimbas, que foi Bispo do Algarve entre os anos de 1965 e 1972, falecido na passada segunda-feira, dia 6 de Dezembro.

“Muitos dos nossos párocos foram ordenados por ele, nomeadamente o padre Firmino Ferro e o cónego José Pedro aqui presentes. Queremos louvar a Deus pelo dom que ele foi para a nossa Igreja diocesana, pela dedicação com que exerceu o seu ministério e ter presente também o sufrágio da sua alma”, afirmou, no início da Eucaristia, o Bispo do Algarve, pedindo igualmente pela oração pelo pai do diácono algarvio Luís Galante, falecido e sepultado nos mesmos dias de D. Júlio Rebimbas.

D. Manuel Quintas enviou na última segunda-feira um e-mail aos padres da Igreja algarvia em que recomendava D. Júlio Tavares Rebimbas à oração de toda a diocese, com referência particular nas Eucaristias dos dias 8 e 12 de Dezembro.

O Conselho Presbiteral da Diocese do Algarve, reunido no mesmo dia, exprimiu também um “voto de pesar”, “em nome de todo o clero do Algarve”, pelo falecimento do antigo Bispo do Algarve.

O comunicado, divulgado por aquele órgão consultivo da Diocese do Algarve, agradecia a Deus toda a “missão de pastor” de D. Júlio Rebimbas, “exercida com infatigável sabedoria e dedicação”.

Samuel Mendonça

Pub