Pub

Fonte da PJ de Faro disse à Lusa que, semanas mais tarde, a 12 de junho, a vítima da tentativa de homicídio, um jovem de 19 anos, se barricou num prédio de Quarteira e feriu a tiro um militar da GNR, acabando por ser detido.

O suspeito agora detido, de 25 anos, encontrava-se em fuga desde 19 de maio de 2011, data em que, em Quarteira, e em conjugação de esforços com outros dois indivíduos que já se encontram em prisão preventiva, desferiu um tiro de caçadeira contra o jovem de 19 anos, ferindo-o na zona do abdómen.

Até ser detido, também na zona de Quarteira, o suspeito escondia-se de dia e pernoitava sucessivamente em casa de amigos, uma vez que sabia que era procurado pela PJ.

O jovem ferido a 19 de maio barricou-se na manhã de 12 de junho no corredor de um edifício no centro de Quarteira, entre o sexto e o sétimo andar, depois de ferir sem gravidade um militar da GNR com um tiro de raspão na cabeça.

Antes de ser detido, o homem tentou forçar a entrada em vários apartamentos do prédio, mas não conseguiu, o que evitou que tivesse existido qualquer refém.

O homem foi cercado pelo grupo especial da GNR e foi detido sem troca de tiros, apesar de ter oferecido alguma resistência, encontrando-se atualmente em prisão preventiva enquanto espera julgamento.

Quanto ao suspeito agora detido pela PJ, será presente nas próximas horas a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas.

Lusa
Pub